dancarina76_BW_INFRAREDArte de fotografar e conseguir congelar em um frame a emoção e o movimento da vida. E é divino! E sempre quando consigo tirar das pessoa aquele suspiro, aquele encanto, a surpresa, vejo que todo o meu trabalho e dedicação estudando e aprendendo a sentir as beleza que a vida nos mostra é recompensado.

dancarina85Para mim esta é a emoção únicas todas as vezes que aponto minha câmera para registrar um  momento, aquele momento, que trará as outras pessoas a recordação daquele instante em quem não estavam lá. A sensação de ter perdido algo grandioso e as fazer viajar na fantasia de como teria sido todo aquele momento.

Sou fotógrafo a mais de 7 anos e me especializei em espetáculos de dança (principalmente cigana, árabe, egípcia). Fazer fotos em estúdios com luz controlada modelos fixas em posições já tem sua complicação, mas é um ambiente mais seguro e como eu disse controlável de se trabalhar. Só que meu mundo é repleto de movimentos e normalmente os fotógrafos de espetáculos registram suas imagens em ensaios apresentações próprias para as fotografias eu em grande parte sou chamado para cobrir eventos que nem mesmo vi um ensaio e ai começa o meu desafio.

Fazer um excelente trabalho em um momento em que não domino a Luz (peça fundamental para a fotografia), não conheço a sequencia nem a ordem dos eventos é mesmo um desafio que leva bem a sério e assim consigo retirar momentos que brincam com o imaginários de quem vê os trabalhos após serem revelados pelas minhas lentes e juntos voltamos a sonhar.
No momento é um desespero, preciso estar atento para não perder as surpresas que o espetáculo trás, então consigo ser mais um personagem como eles fazendo parte de todos os atos e movimentos e consigo assistir, sentir e participar de todo o projeto sem ao menos telo visto antes e digo de forma sincera me sinto muito feliz sempre com o resultado!
dancarina87Alguns disse – “ mas fotografar é fácil é só apertar o botão!” Por trás deste botão existe um olhar, uma técnica, uma alma que vive cada dia mais por saber o quanto ela vivenciou e aprendeu para apertar o botão no momento certo!